Sexo oposto: amigos ou quase lá?

22fev12

Ter amigos é compartilhar momentos e experiências, sejam bons ou ruins; é trocar ideias, pensamentos e ideais; é ser fiel, cooperar e confiar. É amar. Não importa o gênero, seja homens ou mulheres a afinidade acontece. Será? Amizade entre sexos opostos realmente existe?
Os pensamentos são convergentes. Há mulheres que acreditam que “homem nenhum presta”, assim como há homens que caem matando sexualmente falando. Nos dois casos a relação humana não tem espaço para se ampliar e encontrar um no outro não só o desejo, mas sim a amizade. Outros casos porém a coisa se intensifica de uma tal forma que para o homem a amiga passa a ser um amigo e vice-versa, sem primeiras, segundas ou terceiras intenções. É difícil, porém existe.
E o que leva a esse relacionamento? Mulheres afirmam desde sempre que as amigas são rivais e os homens são muito mais leais e íntegros. Já os homens o racional fala mais alto e os sentimentos e conflitos emocionais são deixados um pouco de lado. Quando os dois se unem encontram as qualidades que faltavam em suas relações de mesmo sexo e conscientemente ou não sempre queremos saber “como é o outro lado”. A relação se intensifica e o equilíbrio se instala. Sim ou não?
Não necessariamente. Os conflitos podem estar só começando nesse momento. A Intimidade pode ser vista como um fechamento de portas para o casal ou como uma abertura, já que não há segredos nem limitações. Analisando diversos meninos percebi que a amiga da turma é considerada – quase – um homem, com a diferença de que um dia, com o tempo, as coisas podem mudar e as intenções podem vir a aparecerem; não acontece frequentemente, contudo não quer dizer que seja impossível. Até então ela é tratada como um amigo, com a diferença dos assuntos de sentimento serem muito mais comum do que com o resto da turma. Outros juram de pés juntos que nunca ficariam com uma amiga justamente por ela o conhecer demais. As meninas, por sua vez, confiam mais no instinto: dificilmente o amigo que ela nunca sentiu atração vai passar momentaneâmente a sentir.
Uma amiga minha me disse que acontece muito de ficar com os amigos por carência e muitas outras pensam da mesma forma: é uma amizade com bônus. Depois de conversar com amigos e amigas entendi que a relação entre homens e mulheres pode muito bem funcionar no real significado da palavra amizade – mesmo porque sou prova disso -, mas não quer dizer que a tensão sexual não esteja presente. Na natureza a aproximação entre sexos sempre visa a reprodução e é difícil tirarmos uma programação que perdura à milhares de anos. Difícil, não impossível.

Giovanna Offer



One Response to “Sexo oposto: amigos ou quase lá?”

  1. 1 Diogo Fernandes

    Lembrar de nunca ficar com uma amiga. 😮


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: