Criação e o viver

14maio10

Não acredito que Deus – um único ser – sabe-se lá de onde surgiu, veio e criou em seis dias todos nós e no sétimo descansou.
Não acredito que tudo tenha surgido do Big Bang e que antes disso nada havia.
Imagino que lá no começo quando nós humanos tivemos a consciência e começamos a nos perguntar sobre o sentido da vida, como: “Quem me criou?”, “O que estou fazendo aqui?”… Veio Deus.
Deus, a força maior, ou a denominação que você quiser usar, para preencher o vazio que tínhamos dentro de nós, para crer em algo e as coisas fazerem então um sentido. Não ser vago e nem oco.
Sentido, este que pra mim não faz, não desta maneira. Não sei quem e nem o que criou tudo isso, se é que teve algo ou alguém. Não tenho uma teoria, mas tenho uma maneira de pensar sobre a vida. É, esta vida aqui.
Não acredito que quando morrermos, morreremos de fato… No morrer e simplesmente morrer, Puff desaparecer e acabar e também em nada desse negócio de céu e inferno. O céu e o inferno para mim não passa de uma criação da igreja para manter os seus fiéis. Talvez o inferno seja aqui e o céu também, depende da forma que está a sua vida e da forma que você a encara. Não acho que tenha um certo ou um errado e nem alguém que tenha a razão absoluta e ao menos a certeza de algo.
Acredito que a nossa alma seja eterna e estamos aqui para aprender.
Aprender a ser o bem, a viver para o bem, a pensar no bem e a transmitir o bem; em amar e acreditar no amor; em ser verdadeiro com todos e consigo mesmo; em se sentir e ser a luz divina.
Estamos aqui para somar, dividir, multiplicar e quando necessário, subtrair – o ódio, a raiva, a vingança… O negativo.
Para experimentar o que o mundo tem a oferecer. Para ouvir e ver as pessoas com seus respectivos conhecimentos, olhares e pontos de vistas. Para fazer diferente, ou fazer igual, mais fazer. Para encontrarmos a nossa forma individual de felicidade, olhando para o céu, ou para uma flor… Sentir se vivo e sentir o mundo vivo.
Talvez sejamos um só e ao invés de agredir e querer diminuir o outro, temos que ajudá-lo a evoluir. A evolução vira pra todos, acredito que não no mesmo ritmo, mas virá. “Porque todos são um só”.
E mesmo que não saiba no antes e nem no depois, provavelmente viverei muito melhor procurando sempre esta “evolução” e sempre o melhor de mim. Tenho muito que aprender ainda… Espero que esteja no caminho certo!

Ai Deus está lá em cima agora olhando pra mim e dizendo: “A é mocinha? Não acredita que eu te criei, tudo bem, espeeeeeera pra ver.”
OU
Morri. Pronto, acabou! Puff. Desapareci!

Só iremos saber quando chegarmos a nossa vez… Ou não. Mistérios…



5 Responses to “Criação e o viver”

  1. 1 Lucky

    maaaaaan, que foda esse texto, sério o-o

  2. 2 Éder

    é…realmente eu tbm me pergunto tudo isso que vc se pergunta…mas achoo que não desaparecemos simplesmente, sei lá…devemos renascer como outra coisa 😛

  3. nossa, que bom q vc respondeu a minha pergunta giih…
    gostei mto, apesar de discordar com algumas coisas, mais poquissimas msm…
    e quem diria que uma pessoa com essa capacidade de escrever tão bem não tem uma única “inspiração divina”
    HUSAHUSHAS.
    t ammuh gihh ❤

  4. Eu acredito que deve haver algo superior sobre nós (?) Mas mesmo assim, não acredito nem um pouco em religião.
    Adorei teu texto, ótimas idéias, como sempre :3

  5. Essas são perguntas que a maioria de nós fazemos. E acho que nenhuma delas cabe a nós, (tão pequenos perto desse ‘algo ou alguém’ que ‘talvez’ nos criou) responder.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: