Mistério

12maio10

Deixo aqui com vocês minha crônica preferida do meu mestre inspirador ANTONIO PRATA:

Dizem que Galileu, ao assinar um documento negando sua afirnação de que a terra girava em torno do Sol, escreveu pequenininho, de trás para a frente, “mas que gira, gira”. Galileu escapou da fogueira e a Terra continuou, por mias alguns anos, sendo o centro do universo.
Hoje, a briga entre ciência e religião já não oferece a ninguém o risco de virar churrasco, mas de vez em quando ainda rende calorosos bate-bocas. Outro dia, por exemplo, o papa Bento XVI deu um chega-pra-lá nos cientistas, dizendo que a idéia de que a história do universo e da vida seja o resultado do acaso e da evolução é “irracional”. Sem Deus, disse ele, “as contas não fecham”. E não é que Bento tem toda razão?
Embora busquem incessantemente por verdades e conhecimentos, os cientistas sabem que continuarão a viver num mundo repleto de mistérios e ignorância. A ciência faz com que cheguemos mais longe com carros e aviões, vivamos mais tempo com remédios e tratamentos ou vejamos as células minúsculas do olhos de uma formiga, mas se perguntarmos a ela qual o sentido da vida – se devemos buscar riquezas ou nos contentarmos com pouco, se devemos correr riscos ou ficar na sombra… –, ficaremos sem respostas. É engraçado, mas o preço a ser pago por quem quiser entender o mundo racionalmente é aceitar que, num sentido, jamais poderá entendê-lo.
Uma visão total, em que as contas fecham, perfeitamente, só a religião pode nos dar. Deus fez o mundo em 6 dias, no sétimo descansou. O homem foi feito do barro, a mulher foi feita a partir de sua costela e a vida nos foi assoprada pelo nariz, da boca do Todo-Poderoso. O sentido da vida é viver de acordo com as palavras de Deus e louvá-lo o quanto pudermos.
Tudo faz sentido, certo? Mas perde a graça. Que chato se tudo estiver em seu lugar porque um arquiteto superior desenhou. Que tédio, um universo que simplesmente segue a bula de seu criador!
A visão científica, com todas as suas limitações, me parece não só muito mais honesta como muito mais bela. Num mundo sem Deus, o mistério cerca todas as coisas. Que raios estamos fazendo aqui com 10 dedos nas mãos, 2 olhos, umbigo, pâncreas e pêlos no nariz? Não sabemos. Por isso mesmo o pôr-do-sol, as flores, a Nona Sinfonia de Beethoven, a física quântica ou o bolo de chocolate da minha avó fica muito mais interessantes, muito mais belos. Eu sei, é irracional. As contas não fecham. Isso é o que há de mais dramático na vida, mas é o que há de mais lindo, também.

Antonio Prata

Pretendo comentá-la em meu próximo post, vão refletindo…



One Response to “Mistério”

  1. Realmente, esse assunto é mto polêmico.
    A meu ver eu acredito na ciência, apesar de acreditar em DEUS…
    E ai gika, qual é o seu ponto de vista?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: